Rato BranKo nasceu em maio de 2011 na cidade do Rio de Janeiro por ocasião da exposição Cabelo apresenta Mc Fininho e Dj Barbante no Baile Funk (Gentil) Carioca com músicas, pinturas, instalações, objetos e videos do artista Cabelo sob a curadoria e produção do artista Raul Mourão.

Rato BranKo funcionava então como uma produtora/equipe de som e teve como missão botar na rua o disco de Fininho e sua exposição. No dia 4/6/11 a exposição inaugurou com uma baile funk na rua. De lá para cá muita água passou embaixo da escada.

“Buscar diálogo com uma audiência não especializada, o público da rua, o passante. Arte-documentário, arte-notícia, arte-jornalismo são alguns conceitos que estão sendo trabalhados.”

– Cabelo

Em janeiro de 2016 Mourão e Cabelo se tornam vizinhos no prédio de ateliês Lapa 71, situado na Rua Joaquim Silva no Rio de Janeiro e retomam a parceria de trabalho.

Em 3 de março inauguram o espaço Rato BranKo, a produtora passa a se definir como um laboratório experimental focado na realização de filmes, músicas, e objetos de arte.

“É um espaço de experimentação conectado com nossos ateliês individuais. Um lugar para experimentar novos formatos buscando criar conexões com um público ampliado. Atuar nas redes sociais mas também pensar na localidade e na população da Lapa”

– Raul Mourão

Quem faz

Raul Mourão

Artista plástico, produtor e diretor. Sua obra abrange a produção de desenhos, gravuras, pinturas, esculturas, vídeos, fotografias, textos, instalações e performances.

Participou da Vancouver Bienalle; Artistas comprometidos? Talvez, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa; All the best artists are my friends (Part 1), MANA Contemporary, Nova Jersey; From the Margin to The Edge, Sommerset House, Londres; Travessias, Centro de Arte Bela Maré, Rio de Janeiro, entre outras.

Cabelo

Poeta, músico e artista plástico. Considera seus desenhos, pinturas, esculturas, canções, performances, vídeos e instaurações, como manifestações da poesia.

Participou da X Documenta de Kassel; da 26ª e 33ª Bienal de São Paulo; 7ª Bienal do Mercosul; Lines from Brasil, Whitechappel Art Gallery, Londres; Mianmar Mirroir – Project Room – Arco Madrid; Côte à Côte, art contemporain du Brésil, CAPC musée d’art contemporain, Bordeaux, França; entre outras.